Sexta-feira, dia 23 de Junho de 2017 - Agência de Notícias da cidade Portal do Pantanal
EVENTOS
SOCIAL
ANIVERSÁRIOS
LAZER
21/04/2017 - 13:45
Jogo de incentivo ao suicídio ‘Baleia Azul’ pode estar fazendo mais vítimas
 
 
 
Ao menos três estados brasileiros – Mato Grosso, Minas Gerais e Paraíba – estão investigando casos de suicídio relacionados ao “Blue Whale”, ou desafio da Baleia Azul, um jogo de incentivo ao suicídio que teve origem nas redes sociais da Rússia.

Nele, as pessoas são previamente selecionadas para participar de 50 desafios, cumprindo tarefas que incluem escutar músicas depressivas, mutilar partes do corpo e, por último, tirar a própria vida.

Em entrevista, o presidente da Safernet, Thiago Tavares, diz que o jogo, inicialmente, foi um “fake news” divulgado em 2015 por um veículo de comunicação russa. “Era um ‘fake news’, mas existe um efeito que, sendo verdadeira ou não, a notícia gera um contágio, principalmente entre os jovens. O jogo não existia, mas com a grande repercussão da notícia, pode ter passado a existir”, diz.

Em Vila Rica (MT), segundo o jornal Folha de S. Paulo, uma adolescente de 16 anos cometeu suicídio na última terça-feira, dia 11. A polícia informa que ela deixou duas cartas onde falava sobre as regras e a cronologia das ações a serem cumpridas e também apresentava cortes nas coxas e nos braços.

Em Pará de Minas (MG), um jovem de 19 anos morreu na última quarta, dia 12. À polícia, a mãe afirmou que o garoto também estava participando do “Baleia Azul” e que ele vinha tentando deixar o grupo, vinculado ao jogo, mas sofria uma pressão muito grande e nos últimos dias agia de forma estranha.

Na Paraíba, a Polícia Militar abriu na terça, dia 11, uma investigação para apurar a participação de estudantes de João Pessoa no jogo. As denúncias são de que alunos estariam participando do grupo e já teriam realizados “tarefas” de automutilação.

Vale lembrar que o desafio da “Baleia Azul” é também um caso de polícia. Instigar uma pessoa ao suicídio é crime, portanto, se souber de grupos incentivando o jogo, denuncie.

Se estiver precisando de ajuda ou souber de alguém que esteja, o CVV (Centro de Valorização da Vida) presta atendimento por meio do telefone 141. Também é possível entrar em contato via internet, e-mail, chat e Skype 24 horas por dia.
JNE Diário
 
Curtiu o Aquidauana News?
Mais notícias
 
21 de Abril de 2017
08:00
 
20 de Abril de 2017
17:00
 
 
16:50
 
 
16:38
 
 
16:25
 
 
16:10
 
 
15:56
 
 
 
 
15:28
 
 
15:14
 
 
15:00
 
 
14:45
 
 
14:30
 
 
14:15
 
 
14:00
 
 
13:49
 
 
13:36
 
 
13:23
 
 
13:10
 
 
12:56
 
 
12:42
 
 
12:28
 
 
12:14
 
 
12:00
 
 
11:45
 
 
 
 
 
 
11:00
 
 
 
 
 
 
10:26
 
 
 
 
 
 
09:45
 
 
09:30
 
 
09:15
 
 
09:00
 
 
08:50
 
 
 
 
08:26
 
 
08:13
 
 
08:00
 
 
07:45
 
 
 
 
07:15
 
 
07:00
 Busca por data:
Aquidauana News - Junho de 2002 - Todos os direitos reservados CW Assessoria e Marketing
Editor Responsável - Wilson de Carvalho - (67) 9908-2687 - ducarvalho@terra.com.br