Domingo, dia 27 de Maio de 2018 - Agência de Notícias da cidade Portal do Pantanal
EVENTOS
SOCIAL
ANIVERSÁRIOS
LAZER
17/05/2018 - 11:30
Secretário pretende armar até guardas das escolas municipais
 
 
 
Com 186 guardas municipais, a segunda turma de capacitação para armamento letal formou hoje (17), na Academia de Polícia Civil (Acadepol). A intenção da Secretaria Municipal de Segurança Pública (Semsp) é armar todo efetivo de 1160 guardas nos próximos três anos, incluindo os agentes que ficam nas escolas municipais e terminais de ônibus.

Até hoje, apenas 100 guardas tinham esse treinamento e capacitação para trabalhar armado, o que possibilitava que um dos quatro agentes da viatura de patrulha manuseasse uma arma de fogo. A ideia a partir de agora é que todos da viatura sejam armados.

“Com a conclusão de mais essa etapa e mais esse grupo, nós já teremos aproximadamente 1/3 do efetivo da Guarda Civil Municipal capacitada e habilitada para uso do armamento letal. Nós tínhamos até esse mês 10% do efetivo formado e com capacidade de trabalhar armado. Vamos distribuir todos esses guardas nas sete regiões de Campo Grande, que hoje nós temos uma parcela trabalhando desarmada. A prioridade é colocar todos os patrulheiros armados dentro dos próximos 15 ou 20 dias no máximo. Ou seja, isso vai dar uma diferença muito grande, principalmente na questão das operações preventivas e em apoio às atividades da Polícia Militar e Polícia Civil. Todos os componentes da viatura estarão armados”, detalhou Valério Azambuja, secretário municipal de Segurança Pública.

Com o curso tendo duração de dois meses, a polêmica sempre gira em torno dos guardas municipais estarem preparados para serem armados. Para o prefeito, Marcos Trad (PSD), só o tempo dirá se isso será positivo. “Uma coisa eu garanto, são pessoas corretas, honestas, bem intencionadas e capacitadas. Todas elas bem treinadas. Agora, se vai ser bom ou ruim, o tempo vai mostrar”, resumiu.

Durante a formatura, o prefeito alertou todos os guardas formandos sobre a responsabilidade que todos carregarão a partir de agora. “Muita responsabilidade. Os aplausos de hoje podem ser as lágrimas de amanhã, por conta da importância do recurso que utilizarão”, afirmou.

Já para Azambuja, toda capacitação tem como referência um estudo da Secretaria Nacional de Segurança. “O guarda já está em atividade há 7, 10, 12 anos. Essa é a diferença de você tirar um servidor concursado, fazer academia e em dois ou trÊs meses ele sair policial. O guarda já vem fazendo essa atividade, só que não possui o instrumento que é a arma. Como vai proteger a vida de um segundo ou terceiro se não consegue proteger nem a dele. Ele tem as condições técnicas e equilibrio emocional de saber utilizar. Todos eles passaram por um treinamento, fizeram o teste de aptidão psicológica e investigação social. Acredito que a partir de agora, a mão de obra da segurança vai melhorar bastante”, completou o secretário.

PRÓXIMO CURSO
Com esse foco de armar todo efetivo em três anos, a próxima turma do curso já está programada para começar em agosto, conforme o secretário. “Agosto vamos colocar a terceira turma. Vamos aproveitar a pré-seleção dessa segunda turma. Dos quase 500 pré-selecionados dessa. São 1160 guardas no total. Paulatinamente pretendemos armar aqueles que preencherem os requesitos legais, forem submetidos a todo esse processo e curso. A ideia é dentro de três a cinco anos toda a guarda esteja trabalhando armada, 100%”, concluiu.
Correio do Estado
 
Curtiu o Aquidauana News?
Mais notícias
 
17 de Maio de 2018
08:15
 
 
 
16 de Maio de 2018
15:00
 
 
14:45
 
 
14:30
 
 
14:15
 
 
 
 
13:45
 
 
 
 
13:15
 
 
 
 
12:45
 
 
 
 
12:15
 
 
12:00
 
 
11:45
 
 
11:30
 
 
11:15
 
 
 
 
10:45
 
 
10:30
 
 
10:15
 
 
 
 
09:45
 
 
09:30
 
 
 
 
09:00
 
 
08:45
 
 
 
 
08:15
 
 
 Busca por data:
Aquidauana News - Junho de 2002 - Todos os direitos reservados CW Assessoria e Marketing
Editor Responsável - Wilson de Carvalho - (67) 9908-2687 - ducarvalho@terra.com.br