Quarta-feira, dia 14 de Novembro de 2018 - Agência de Notícias da cidade Portal do Pantanal
EVENTOS
SOCIAL
ANIVERSÁRIOS
LAZER
07/11/2018 - 11:15
Reprovações triplicaram em setembro com nova legislação das vistorias
 
 
 
Com a mudança na legislação, as empresas credenciadas que fazem vistoria veicular em Mato Grosso do Sul passaram a filmar o serviço, fazendo com que o número de reprovações aumentasse três vezes de agosto para setembro. Conforme estatísticas, as empresas reprovaram 457 vistorias em agosto enquanto o número de reprovações saltou para 1660 em setembro.

Desde 1º de setembro, toda as 39 empresas credenciadas que fazem vistorias para o Detran precisam filmar todo o serviço, além das fotos que já eram registradas anteriormente. Com isso, o rigor na vistoria aumentou e as reprovações também.

Além da atenção maior dos próprios vistoriadores das empresas, há uma equipe de Tecnologia da Informação (TI) que analisa os vídeos e também pode reprovar a vistoria do veículo. “Conseguimos detectar situações que as vezes passavam em branco quando eram só fotografias”, comentou Anderson Nogueira, supervisor da comissão de Empresas Credenciadas de Vistorias (ECV) do Detran.

Conforme as estatísticas divulgadas pelo Detran, em agosto, foram realizadas 15.326 vistorias no Detran e 53 foram reprovadas. Enquanto isso, nas credenciadas foram realizadas 17.611 e 457 reprovadas.

Já em setembro, após o início da nova legislação do Detran obrigando utilização do vídeo nas vistorias, foram realizadas 15.692 serviços no órgão estadual, com 43 reprovações. Já nas empresas privadas, foram 10.701 vistorias com 1660 reprovados. Cerca de 15,5% foi reprovado pelas credenciadas em setembro.

A queda no número de vistorias das credenciadas de um mês para outro se deve a uma liminar da Justiça que proibiu o serviço das empresas por cerca de uma semana. Após o recurso ser acatado, o serviço voltou a ser feito pelos privados.

Já a diferença de reprovações entre os serviços prestados pelo Detran e pelas credenciadas, conforme Nogueira, se deve a falta de tecnologia no órgão. “As empresas fazem a vistoria eletrônica. No Detran ainda é manual. Por isso vistoriamos menos e reprovamos menos. Mas já está em andamento uma licitação para contratar uma empresa de TI que irá implementar o serviço da vistoria eletrônica”, afirmou.

VISTORIA PRÉVIA

Conforme o presidente da Associação das Empresas de Vistoria de Mato Grosso do Sul (Assovis), José Ruy Coutinho, outra ação que provocou o aumento nas reprovações foi a “vistoria prévia” que era feita pelas empresas credenciadas e que não é feita mais.

“Antes, o carro chegava e o funcionário dava uma olhada geral e por cima, vendo os principais pontos que estão com problema visível. Já alertava o proprietário do carro antes de fazer a vistoria. Então o dono ia e já trocava antes. Agora não fazemos mais. Chega o carro e já fazemos a vistoria. Então a reprovação já ocorre”, detalhou.

Em Mato Grosso do Sul são 39 empresas credenciadas e que realizam, em média, 15 mil vistorias por mês, conforme a Assovis. São 400 colaboradores que atuam diretamente no serviço. Ainda segundo Coutinho, por dia, ocorrem de cinco a dez reprovações de veículos em vistorias nas empresas credenciadas.
Correio do Estado
 
Curtiu o Aquidauana News?
Mais notícias
 
07 de Novembro de 2018
08:15
 
 
 
06 de Novembro de 2018
12:30
 
 
12:15
 
 
12:00
 
 
11:45
 
 
11:30
 
 
11:15
 
 
11:00
 
 
10:45
 
 
10:30
 
 
10:15
 
 
10:00
 
 
09:45
 
 
 
 
09:15
 
 
09:00
 
 
 
 
08:30
 
 
 
 
 Busca por data:
Aquidauana News - Junho de 2002 - Todos os direitos reservados CW Assessoria e Marketing
Editor Responsável - Wilson de Carvalho - (67) 9908-2687 - ducarvalho@terra.com.br