Quarta-feira, dia 20 de Junho de 2018 - Agência de Notícias da cidade Portal do Pantanal
EVENTOS
SOCIAL
ANIVERSÁRIOS
LAZER
12/01/2018 - 08:13
Número de mortes por Dengue cai 84% em Mato Grosso do Sul, diz governo
Foram três óbitos registrados nos últimos 12 meses, contra 19 confirmados no mesmo período de 2016.
 
 
 
(Foto: Divulgação )
Ampliar
Cai número de mortes por Dengue em MS
O número de mortes por dengue em Mato Grosso do Sul caiu 84% em 2017, quando comparado com o ano anterior. Foram três óbitos registrados nos últimos 12 meses, contra 19 confirmados no mesmo período de 2016. 



Entre outros fatores, a redução do índice se deve à intensificação das ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, implantadas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde.



“Os números da dengue estão sob controle no nosso Estado graças ao trabalho que a Vigilância Epidemiológica desenvolveu ao longo dos anos anteriores. Temos segurança nesses dados e Mato Grosso do Sul é um dos estados brasileiros com melhores índices da dengue”, afirmou o secretário de Saúde Carlos Coimbra na quinta-feira (11), durante a entrega de veículos para a Vigilância Sanitária Estadual.



Mato Grosso do Sul fechou o ano de 2017 com o menor índice de notificações de casos de dengue. O boletim epidemiológico apresentado pela SES aponta que durante todo o ano passado foram 6.319 notificações da doença. 



Os casos, quando comparados aos do ano de 2016, onde foram registradas 59.874 notificações, caíram mais de 89%. Os resultados são os melhores obtidos desde 2013, quando foram catalogadas 102.026 notificações e 30 mortes.



Ações de combate



A partir de 2014, o Governo do Estado começou a intensificar as ações voltadas ao combate ao mosquito transmissor da dengue, aumentando o número de capacitações em todos os municípios e realizando ações de combate ao foco do mosquito Aedes aegypti, vetor da doença.

Entre as principais ações está a implantação da Sala Estadual de Situação em dezembro de 2015, criada para registrar os dados levantados a cada visita realizada pelo agente de endemias, direcionando assim as ações de redução dos criadouros do mosquito.

“Além de criar a sala de situação, o governo vem repassando equipamentos para os agentes que estão na ponta, trabalhando com a população. Outra ação importante é o aporte que o Governo fez para aumentar os salários dos agentes, ou seja, a gratificação como forma de motivar ainda mais esses trabalhadores”, lembrou a governadora em exercício Rose Modesto.

Em novembro do ano passado, a Secretaria de Estado de Saúde deu início a Mobilização Estadual de Enfrentamento ao Aedes aegypti, onde foi lançado o Plano de Contingência de Enfrentamento ao Mosquito, que designa as ações durante o ano com a parceria de várias secretarias e instituições parceiras.

A SES também entregou 2 mil smartphones para os agentes de endemias dos 79 municípios. Cada aparelho possui o sistema E-Visita instalado, que é um aplicativo desenvolvido exclusivamente para o registro de informações de endemias, incluindo a situação dos imóveis visitados e se há focos do mosquito. Em 2017, foram capacitados 27 técnicos, 79 coordenadores municipais de Controle de Vetores e 180 supervisores municipais de Controle de Vetores.
Conjuntura Online
 
Curtiu o Aquidauana News?
Mais notícias
 
12 de Janeiro de 2018
07:45
 
 
 
 
07:15
 
 
 
11 de Janeiro de 2018
17:30
 
 
17:15
 
 
17:00
 
 
16:50
 
 
16:39
 
 
16:26
 
 
16:13
 
 
16:00
 
 
 
 
15:30
 
 
15:15
 
 
15:00
 
 
14:50
 
 
 
 
14:26
 
 
 
 
14:00
 
 
13:50
 
 
13:39
 
 
13:26
 
 
13:13
 
 
13:00
 
 
 
 
12:30
 
 
 
 
12:00
 
 
 
 
11:30
 
 
11:15
 
 
11:00
 
 
10:50
 
 
10:39
 
 
10:26
 
 
10:13
 
 
 
 
09:45
 
 
09:30
 
 
09:15
 
 
09:00
 
 
 
 
08:39
 
 
 
 
08:13
 
 
08:00
 
 
 
 
 
 
07:15
 
 
07:00
 Busca por data:
Aquidauana News - Junho de 2002 - Todos os direitos reservados CW Assessoria e Marketing
Editor Responsável - Wilson de Carvalho - (67) 9908-2687 - ducarvalho@terra.com.br